chart

Representação e domiciliação fiscal

A nomeação de representante fiscal é unicamente obrigatória para empresas não estabelecidas e residentes fora da União Europeia. Contudo, para as empresas residentes na União Europeia é vantajosa a nomeação de um representante fiscal, pois facilita a comunicação com as administrações fiscais. Deste modo, o cliente beneficia de um domicílio fiscal para efeitos de notificações e o representante fiscal é responsável pelo cumprimento das obrigações administrativas, fiscais e prazos legais.


Prestamos serviços de representação fiscal em Portugal nos seguintes casos:

  • Compra de imóveis;
  • Detenção de participações sociais;
  • Actos tributários cuja nomeação de representante  fiscal seja obrigatório de acordo com a lei portuguesa;
  • Operações triangulares;
  • Organização de eventos;
  • Vendas à distância.